Home Page


conhecendo o aerografo quem somos curso online dicas veja nossa arte adquira seu aerografo maquiagem HD e artistica fale com a gente


 
Para que este espaço sempre esteja atualizado e com dicas interessantes, contamos com a ajuda de todos aqueles que tiverem algo a nos ensinar. Mande sua dica, para enriquecer este espaço.


 

Dicas Gerais

A preparação de superfícies é tão importante quanto o acabamento final. É nesta fase que propriedades anti-corrosivas e de aderência são proporcionadas ao substrato a ser pintado.
Cada substrato (ferroso, não ferroso ou madeira) requer um primer adequado para proteção. Para que os produtos que serão utilizados depois da preparação,
como as tintas e os vernizes, tenham boa aderência e não apresentem problemas, é fundamental que o trabalho de preparação da superfície seja bem feito.

Evite realizar pinturas em ambientes com poeira.



Madeira

Aquarela, Acrílico, esmalte sintético, óleo

A superfície deve estar completamente seca (não pintar em madeira verde). Remover por completo manchas de óleo e gordura com solvente; Efetuar rigoroso lixamento com lixa 120 a 150 (pintura), e 150 a 200 (verniz).
Remover por completo o pó com pano levemente umidecido com água. Caso haja necessidade, utilizar detergente líquido e esponja.
Para preparação, é necessária uma demão de seladora ou Primer para madeira, para evitar que a madeira absorva demais a tinta.
Repintura: Lixar por completo a superfície a fim de remover totalmente o brilho da tinta anterior.
Pode ser usada a máscara adesiva, e/ou a máscara solta.
Pode ser feito o acabamento com verniz fosco ou brilhante.


Tecido de fibra natural, algodão, jeans...

Tinta acrílica para tecido

O tecido deve estar limpo, livre de qualquer tipo de goma.
Á pintura textil é feita com máscara solta.
Normalmente as tintas para tecido são transparentes, e desta forma para se pintar sobre fundo escuro, é necessária uma aplicação de fundo branco para depois sobrepor o desenho.
A desvantagem neste caso, é que a textura do tecido fica muito alterada pela grossa camada de tinta.
Antes da primeira lavada, toda pintura deve ser passada a ferro (pelo avesso é mais seguro)
afim da tinta ficar impregnada no tecido, evitando que a pintura desbote.
Os tecidos pintados devem ser lavados a mão.
 


Papel, cartão

Acrílico, gouache, óleo, aquarela, nanquim, laca

Para o caso de cartolina ou papel cartão não há necessidade de preparação.
Para o caso de papel fotográfico, pode ser necessária a limpeza de oleosidades ou poeiras utilizando-se uma toalha de papel ligeiramente úmida.
Já o papel próprio para aquarela e outros papéis finos podem ficar ondulados quando molhados pela tinta. Neste caso convém prende-los com pesos ou fitas adesivas para evitar muita rugosidade. Dependendo o tipo de papel, o mesmo pode ser submergido em água e depois esticado sobre uma madeira e preso nas pontas até que seque completamente, para então iniciar-se o trabalho de pintura.
Pode ser feito o acabamento com verniz fosco ou brilhante. Ao aplicar o verniz, as cores do trabalho podem sofrer alteração de tons.
 
 



Gesso

Acrílico, aquarela, nanquim
 

O gesso deverá estar totalmente seco. Remover através de lixamento os excessos. Remover a poeira. Aplicar uma
demão de fundo preparador (Primer, seladora, goma laca...). Não é recomendada pintura sobre superfícies tratadas com brilho.
Repintura: Lixar por completo a superfície a fim de remover totalmente o brilho da tinta anterior.

Masseamento:
O masseamento pode ser feito na superfície como um todo, ou por razões estéticas para correção de pequenos
defeitos e irregularidades. A aplicação da massa deverá ser feita em camadas finas, visando um perfeito acabamento e secagem.
Pode ser feito o acabamento com verniz fosco ou brilhante.
 


Plástico

Acrílico, tinta automotiva, esmalte sintético

Lavar cuidadosamente com água e sabão neutro.
Desengraxar utilizando Solução Desengraxante.
Lixar com lixa #600.
OBS.: Devido a problema de aderência em pinturas em plásticos, é aconselhado que se utilize Primer para Plásticos
antes de iniciar a pintura.
Pode ser feito o acabamento com verniz fosco ou brilhante.


Couro

Acrílico, tinta para tecido

Limpar com um pano umedecido em alcool, e em seguida passar um pano umedecido em água.
É uma superfície lisa que permite que pequenos erros sejam facilmente consertados aplicando-se tinta preta (no caso de couro preto).
Não se pode trabalhar com máscara adesiva, e a durabilidade da pintura não é muito grande.
O acabamento deve ser feito com verniz fosco para dar um efeito mais natural ao trabalho.
 


Pinturas em Chapas Metálicas

Tintas automotivas (Duco, poliéster, PU, esmalte sintético)
Lavar com água e sabão, secar com ar e lixar.
Limpar com Solução Desengraxante e secar com ar comprimido.
Aplicar Fundo Fosfatizante
Caso haja imperfeições, corrigir com Massa Poliéster.
Limpar novamente com Solução Desengraxante. Aguardar a secagem e aplicar o Primer.
Lixar muito bem. Limpar novamente com Solução Desengraxante, secar com ar comprimido e iniciar aplicação da tinta de acabamento.

OBS.: O procedimento acima descrito refere-se para pintura em chapa metálica NUA. Para chapa metálica PINTADA, utilizar inicialmente um Removedor Pastoso e seguir o procedimento acima descrito.


Metais ferrosos

Esmalte sintético brilhante ou fosco:
Diluição: 10% a 15% de Aguarrás
Secagem: 12 horas entre cada demão, completa depois de 24 horas

Não deixe as peças protegidas somente pelo fundo (zarcão) por mais de uma semana, pois ele perde a aderência, prejudicando o acabamento.



 
entre em contato
FAZENDO ARTE - Aerografia
Próxima página