Home Page


conhecendo o aerografo quem somos curso online dicas veja nossa arte adquira seu aerografo maquiagem HD e artistica fale com a gente



Como construir um compressor para aerógrafos

PROBLEMAS DO AR

Autor : Cmte. Arnaldo Francisco Renz Junior renzjunior@uol.com.br
 

Após trinta e cinco anos no ar, aposentado há dois, comecei a sentir saudades do ar, mas não do ar do vôo e sim de ar para meu airbrush, parado há mais de vinte anos. Ao fuçar na net deparei-me com o site "Webkits" onde encontrei nos vários Fóruns várias sugestões e dicas – agradeço a todos – e experimentei vários "bizus". No meu retorno às montagens ainda usei uma lata de propelente que havia sobrado de priscas eras. Após passei para um destes de ar direto que mais parecia o Electra que eu havia voado em 1984, barulhento pra danar. Aí vi uma sugestão que achei que não ia funcionar porque era muito simples e barata, o inalador. Mas, acreditem, funcionou! Mas à medida que o "skill" vai se aprimorando os problemas vão aparecendo. É a pouca pressão, é a umidade e é a necessidade de ao pausar ter que desligar o compressor, pois pode até queimar. O dedão do pé chega a ficar com câimbra! Passei até pela fase do vidro de maionese – que não funciona para a umidade e nem estabiliza a pressão. Aí, ao furunfar no Webkits deparei-me com uma indicação para o site do César Prados e fiquei simplesmente seduzido pela idéia do compressor de geladeira e após consultar os meus gurus e analisar bem cheguei a conclusão que iria funcionar, e bem. Conversei com o Celso, um amigo mecânico de aviação dos tempos iniciais da Rio-Sul e dono de uma empresa – AeroFlight – que conserta instrumentos e magnetos e vendi a minha idéia, rapidamente comprada em nome do ineditismo da proposta, pelo menos para nós. Imprimi o artigo do César Prados e começamos a discutir a montagem.

Optamos por um extintor de incêndio de pó químico, primeiro pela sua capacidade, segundo pela resistência, e finalmente pela sua válvula. O Celso me demonstrou a potencia de um compressor de geladeira ao adaptar na saída dele um manômetro de 1000psi e constatamos que ele botava fácil, fácil, 700psi, o que convenhamos é um bocado de pressão. O extintor agüenta tranqüilamente 250psi o que acredito que o reservatório de caminhão não. 

Achamos, no ferro velho, uma base de chapa dobrada que calhou perfeitamente na montagem. Soldamos, com solda elétrica, o extintor na chapa e a furamos para aparafusar o compressor com seus coxins de amortecimento. Tiramos a válvula da cabeça do extintor e a refuramos para adaptarmos a válvula de segurança, item essencial na montagem, regulada para abrir com 120psi, o presostato – liga com 60 psi e desliga com 100 psi, o manômetro e o filtro de ar que também regula a pressão. Esta montagem está muito clara na foto ao lado.


 
 

Fizemos dois furos no cilindro. Um, na metade, que é a entrada de ar proveniente do compressor. Isto se explica porque o compressor de geladeira trabalha imerso em óleo e este sempre passa para fora, um mínimo por sinal e como é mais pesado que o ar a tendência é se depositar no fundo do cilindro. Não notamos óleo no filtro, somente um leve odor. O compressor de geladeira possui uma válvula de retenção de ar, ou líquido, que não funciona muito bem, por isso, num preciosismo, instalei uma "check valve" (foto abaixo) o que não deixa o ar vazar. O segundo furo foi no fundo do cilindro onde adaptamos uma válvula dreno. Pelo que sair no dreno dá para ter uma idéia do óleo a ser reposto no compressor. Uma coisa muito importante é não fazer a ligação compressor-reservatório com uma linha direta. A idéia é dificultar a passagem de óleo para o reservatório. Como podem notar, na foto abaixo, fizemos duas voltas o que dificultará a passagem do óleo e servirá como amortecedor da linha por ocasião da partida do compressor.


 

Instaladas umas alças, ligações elétricas feitas e "voilá", funciona!!!!!!! Pelo seu funcionamento silencioso e automático hoje nem me dou conta de onde vem o ar do meu airbrush. Fonte inesgotável e firme. Obrigado César Prados pela inspiração. 

Materiais e preços

  • Compressor de geladeira recondicionado – 80,00
  • Extintor de incêndio – 10,00
  • Presostato – 70,00
  • Regulador de pressão e filtro – 75,00
  • Base – 2,00 Check valve – 50,00
  • Válvula de segurança e manômetro – 30,00
  • Canos e conexões – 20,00 

  • entre em contato
    FAZENDO ARTE - Aerografia
    Prσxima pαgina